VEREADORES - LEGISLATURA 2017-2020

  • EDIVALDO BATISTA FERREIRA
    EDIVALDO BATISTA FERREIRA
  • ANTÔNIO CARLOS MARCELINO DOS SANTOS
    ANTÔNIO CARLOS MARCELINO DOS SANTOS
  • SEBASTIÃO SOARES DE FREITAS - TIÃOZINHO
    SEBASTIÃO SOARES DE FREITAS - TIÃOZINHO
  • SUDÁRIO LUIZ LOPES FILHO - SUDARINHO
    SUDÁRIO LUIZ LOPES FILHO - SUDARINHO
  • ELICLEITON MARTINS CASTILHO - CLEITON
    ELICLEITON MARTINS CASTILHO - CLEITON
  • WILSON ALVES SILVA JÚNIOR – JÚNIOR DA SAÚDE
    WILSON ALVES SILVA JÚNIOR – JÚNIOR DA SAÚDE
  • MARCOS GOMES PEREIRA - MARCOS PASSARINHO
    MARCOS GOMES PEREIRA - MARCOS PASSARINHO
  • ERNANI BARALDI
    ERNANI BARALDI
  • ALEXANDRE ALBERTO ALVES DEMETERCO
    ALEXANDRE ALBERTO ALVES DEMETERCO
  • FERNANDO AUGUSTO MORENGHI RODRIGUES - TUCURA
    FERNANDO AUGUSTO MORENGHI RODRIGUES - TUCURA
  • ORFÉLIA ALVES GOMIDES MEIRA
    ORFÉLIA ALVES GOMIDES MEIRA

TV CÂMARA

Vídeos, Transmissão ao vivoVer TV

Smaller Default Larger

VEREADOR FAZ BOLETIM POLICIAL CONTRA OPERADORA CLARO

Compartilhar

Cansado de se manifestar através da Tribuna da Câmara e de disparar ofícios solicitando providências quanto aos péssimos serviços da Operadora Claro na cidade, o vereador de Rifaina Antônio Carlos Marcelino dos Santos – Carlinhos da Saúde - decidiu levar seus reclamos à Justiça.

 

O vereador decidiu elaborar no Destacamento da Polícia Militar da cidade, um Boletim de Ocorrência de “Preservação de Direitos” contra a constante interrupção de sinais da Operadora Claro na cidade.

Embora o problema da falta de sinal da operadora se potencialize aos finais de semana e feriados prolongados, quando aportam à cidade de 6 a 10 mil turistas (além da população de cinco mil habitantes), mesmo em dias normais praticamente não funcionam os serviços de telefonia e de internet na cidade.

As reclamações já chegaram à ANATEL – Agência Nacional de Telecomunicações – em SP e Brasília, mas as providências esperadas não foram tomadas.

Em 2016, a cidade chegou a fazer um manifesto contra a empresa, elaborando um abaixo-assinado que, enviado a Agência parece ter sido solenemente ignorado.

Segundo o vereador Carlinhos da Saúde, embora os usuários tenham a opção de outras operadores que oferecem sinal melhor que a Claro, como a Vivo, o consumidor está sendo desrespeitado por não receber o serviço contratado.

“Os péssimos serviços prejudicam os setores de serviços, o comércio, a hotelaria, a Prefeitura e serviços emergenciais, como Saúde que usam o celular na esperança de obter agilidade nas respostas, mas isto está impraticável em Rifaina”, disse o vereador rifainense.

Alcides Diniz dos Santos – Cidinho – Secretário de Governo do Prefeito de Rifaina, Hugo Lourenço, disse que são inúmeros os pedidos oficiais da Prefeitura feitos diretamente à Operadora Claro, porém sem respostas condizentes.

Há informações, não oficiais, de que a Claro não expande seu sistema de retransmissão de sinais para Rifaina porque senão interferiria nos sinais das operadores do Estado de Minas Gerais, que por sua vez opera a partir do município de Sacramento, limítrofe a Rifaina.